• Com preços a partir de R$ 15, plataforma de serviços de saúde Avus cresce 950% de olho em quem não tem plano

    Voltada tanto para o consumidor final quanto para empresas, a Avus tem clientes como Avon e iFood e oferece, segundo o diretor de marketing Francisco Dias Duarte, descontos em consultas médicas, exames e farmácias, além de serviços como telemedicina
    Felipe Van Deursen | 17 fev 2021

    Que a pandemia demoliu mercados, desidratou PIBs e detonou prognósticos econômicos, isso já está claro. Da mesma forma que ela proporcionou crescimentos a perder de vista para alguns setores, de serviços de entrega a plataformas de trabalho remoto. 

    As healthtechs também estão nessa pegada, graças à acelerada transformação que atravessa o setor de saúde e às maiores demandas da população por serviços mais ágeis, melhores e mais baratos.

    Em 2019, apenas 28,5% dos residentes no país possuíam algum plano médico ou odontológico, segundo o IBGE. Além disso, 46,2% daqueles que têm plano pagam diretamente à operadora – só 45,4% deles têm o benefício de trabalhar em uma empresa que paga parcial ou integralmente por seu plano de saúde.

    Neste cenário, a história da Avus é um exemplo de sucesso de um negócio que surgiu da oportunidade de ocupar esse espaço não coberto pelos planos de saúde. 

    No ano que vai ser para sempre lembrado como o da pandemia, com o caos gerado pelo coronavírus na saúde e na economia, o faturamento da empresa cresceu expressivos 950%. 

    TELEMEDICINA E DESCONTOS EM PRODUTOS E SERVIÇOS

    A Avus se autodenomina uma “plataforma completa de benefícios de saúde”, o que inclui descontos em consultas médicas, exames e farmácias, além de serviços como telemedicina – mais de 20 mil profissionais de 80 especialidades estão disponíveis.

    Para ter acesso a isso, o usuário paga uma mensalidade por um dos oito planos disponíveis, quatro individuais e quatro familiares, que variam de R$ 14,90 a R$ 64,90, sem diferenciação de valor por faixa etária. Consultas, por exemplo, saem a partir de R$ 59,50.

    A ideia é que tudo seja ágil e barato. Os agendamentos podem ser feitos pela central de atendimento, pelo aplicativo e por WhatsApp e a economia chega a 85%, dependendo do serviço. 

    Nos últimos dois anos, a Avus chegou à marca de 40 milhões de pessoas beneficiadas por uma rede credenciada de 20 mil profissionais de saúde em todo o Brasil. A plataforma tem uma capacidade de atendimento médico e odontológico de mais de 5 milhões de consultas por ano. 

    Mas ela não é um plano de saúde, já que os planos são regulamentados pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), frisa Francisco Dias Duarte, diretor de marketing da empresa.

    Esse crescimento se acelerou a partir de março de 2020, quando tudo mudou. “A pandemia é triste pelas vidas perdidas, acima de tudo, e pelo impacto econômico negativo na maioria dos setores. Somos sensíveis a isso”, diz Francisco. 

    “Agora, não podemos negar que o contexto nos beneficiou, pois a preocupação com a saúde ganhou força. Em 2020, conseguimos contratos importantes que, inclusive, já foram renovados para este ano.” 

    Ele conta que a empresa não esperava um crescimento tão robusto ao longo da pandemia. Para dar conta da demanda, rapidamente a Avus teve que dobrar o tamanho das equipes de marketing, atendimento e rede credenciada. 

    A covid-19 também forçou a Avus a disponibilizar um novo serviço. A plataforma tem um chatbot que realiza a triagem do paciente remotamente, seguindo os protocolos da Organização Mundial da Saúde (OMS). 

    Caso o robô detecte que a pessoa possa estar com o novo coronavírus, ele a encaminha ao atendimento via telemedicina.

    UM “PLANO” PARA QUEM NÃO TEM PLANO

    Diego de Cerqueira Lima, o fundador da Avus

    Apesar da disponibilidade dos planos particulares, o foco da Avus é mesmo o mercado corporativo. “Conseguimos trabalhar com preços muito competitivos mediante um volume pré-pago”, explica Francisco. 

    Avon, iFood, Claro e Banco Pan são alguns dos nomes que contrataram o serviço da Avus.

    Dessa forma, entregadores de iFood e revendedoras da Avon, por exemplo, têm acesso à saúde. Atualmente, a Avus atende mais de 100 empresas de diversos portes.

    A empresa surgiu em 2016, fundada por Diego de Cerqueira Lima, um empreendedor que já trabalhou em áreas como produção de mousses e fabricação de barreiras de contenção e absorção de petróleo. 

    “Ele percebeu a oportunidade de mercado na época dos cartões de desconto, quando lançou a empresa com foco na saúde”, lembra Duarte. “O nome ‘Avus’ vem do latim, em homenagem aos nossos avós, familiares acolhedores e queridos.” Em latim, avus significa “avô”. 

    Atualmente, A Avus oferece agendamento imediato de consultas e acesso a mais de 80 especialidades de saúde. Para 2021, a empresa pretende expandir o portfólio com exames de medicina diagnóstica e aumentar a capilaridade da rede credenciada.

    Quer ficar por dentro das melhores histórias de inovação em saúde? Assine nossa newsletter!


    Confira Também: